Comunicado Importante

Novas regras foram implementadas no servidor da Receita Federal, fazendo com que apareçam novas rejeições no momento do download de notas fiscais. Conforme as alterações da Receita em março de 2022, o Calima Box trará, no momento da importação, APENAS as notas fiscais disponíveis no servidor da Receita. É possível dizer que o BOX tenta trazer informações de até 90 dias, caso elas estejam disponíveis na SEFAZ. Porém, não temos como dizer quais informações serão disponibilizadas, visto que não temos controle sobre o que está armazenado no servidor da Receita. Para mais informações sobre a atualização, acesse o Portal da Nota Fiscal Eletrônica clicando aqui.



Confira a seguir todas as informações sobre as alterações da Receita:

O Número Sequencial Único (NSU) é um código numérico gerado pelo Ambiente Nacional da Secretaria da Fazenda (SEFAZ) para identificar uma Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), uma Carta de Correção Eletrônica (CC-e), um Evento da NF-e, ou mesmo um conjunto desses arquivos.



O QUE VAI ACONTECER?
O download das notas sempre será realizado de acordo com os documentos que estiverem disponíveis na SEFAZ, ou seja, o que estiver disponível será baixado pelo BOX dentro de um período de até 90 dias.
CT-e não foi afetado pelas modificações da Nota Técnica e segue com o funcionamento normal. Até o momento, as mudanças da SEFAZ só foram aplicadas para NF-e.

O QUE PODE ACONTECER?
Se as consultas na SEFAZ forem feitas fora da sequência disponibilizada por eles, poderá gerar erro de "Consumo indevido", assim o Box irá aguardar por 1 hora pelo retorno do serviço da SEFAZ para realizar nova tentativa de download.
Caso você realize uma consulta na SEFAZ com o mesmo NSU por dois sistemas diferentes, a mesma vai bloquear o serviço por 1 hora para realizar uma nova consulta. Assim, para cada consulta registrada, a SEFAZ gera um número de controle chamado NSU (Número Sequencial Único da Receita Federal).

ALGUMAS CONDIÇÕES QUE GERAM ERRO:
Se você utilizar o Calima Box para um mesmo cliente em mais de uma estação (máquinas diferentes).
Se o seu cliente baixar a nota na empresa dele pelo certificado e você tentar novamente pelo BOX em sua máquina.
Se você usou outro sistema para baixar os XMLs.

POR QUE DEU ERRO?
O download das notas deve ser feito de forma sequencial, de acordo com os lotes de documentos retornados pela SEFAZ. Portanto, se a sequência for quebrada em alguma das condições acima, o BOX irá tentar retomar o download das notas após 1 hora. Fique atento!

As alterações feitas pela Receita podem trazer as rejeições explicadas abaixo:



De acordo com as regras de uso indevido, é possível gerar duas rejeições distintas através do Histórico de Eventos no Calima Box. Vale lembrar que as correções do caso já foram liberadas junto com a Versão 2.3.09 do Calima Box. Acompanhe a seguir e evite erros!

1. Quebra da sequência do NSU durante a consulta na SEFAZ

O sistema irá retornar a seguinte mensagem: "Rejeição: Consumo indevido. (Deve ser utilizado o ultNSU nas solicitações subsequentes. Tente após 1 hora)".

Esta rejeição ocorre devido ao último NSU que está sendo consultado no Calima Box estar diferente do último NSU disponível na consulta sequencial da SEFAZ. Esta rejeição pode ocorrer por alguns motivos como: utilizar o Calima Box em mais de uma estação, utilizar sistemas diferentes para realizar o download de notas, ou até mesmo uma quebra de sequência pela própria SEFAZ ao pular a numeração sem liberação de documentos.

Verifique se o Certificado Digital não está sendo usado em outro sistema de consulta de Documentos Fiscais e tente novamente após 1 hora.

Ao acontecer essa rejeição, o sistema está apto a trabalhar de forma autônoma, ou seja, ele reinicia o número do último NSU salvo no Calima Box. Após 1 hora, o sistema realiza automaticamente uma nova consulta buscando a partir do último NSU disponível na SEFAZ. O sistema irá buscar as notas de até 90 dias anteriores que estejam disponíveis na Receita. Assim, será feito o download das notas até se encaixar na sequência correta novamente.

É importante destacar que o sistema pode fazer o download das notas que já tenham sido baixadas pelo próprio Box ou até mesmo por outros programas, desde que as notas ainda estejam disponíveis na Receita e dentro de um prazo de até 90 dias.

Ao reiniciar o NSU do Calima Box, pode ser que demore algumas poucas horas para que a SEFAZ libere a possibilidade de realizar uma nova consulta com o NSU reiniciado. Podem ainda ocorrer as rejeições de NSU fora da sequência por algumas vezes, mesmo após reiniciar o NSU. Porém, logo que liberado pela SEFAZ, o download será retomado normalmente.

Observe a mensagem de rejeição na imagem a seguir:



2. Sem novos documentos ou NSU's liberados pela SEFAZ

O sistema irá retornar a seguinte mensagem: "Rejeição: Consumo indevido. (Deve ser aguardada 1 hora para efetuar nova solicitação caso não existam mais documentos a serem pesquisados. Tente após 1 hora)".

Esta rejeição é normal, pois não há novos documentos ou NSU's novos liberados pela SEFAZ no momento da consulta. Assim, o cliente já está com as últimas notas baixadas no sistema e deve aguardar a liberação de novos lotes de documentos pela SEFAZ. Ou seja, esta rejeição não é um erro do Calima Box, apenas um aviso da Receita de que está buscando por novas notas, mas não há nada de novo no momento. Tente novamente após 1 hora.

Quando o sistema apresentar a mensagem "Nenhum novo NSU para consulta" será a mesma situação da rejeição explicada acima. Ou seja, o sistema já baixou todas as notas que estavam disponíveis no momento da consulta na SEFAZ, agora você deverá aguardar a liberação de novas notas.

Observe a mensagem de rejeição na imagem a seguir:



Histórico de Eventos

Para chegar até o local onde essas rejeições são indicadas (como nas telas acima), acesse o ícone de "Eventos" no seu Calima Box, como apontado pela seta na imagem abaixo:



Mais informações e como adquirir o Calima Box, clique aqui.

Esse artigo foi útil?
Cancelar
Obrigado!